Facebook
Twitter
Twitter
Google +
Home  |  Quem Somos  |  Editoriais  |  Classificados  |  Clube do Assinante  |  Fale Conosco
Ed. 471 de 18 de julho
Publicidade legal
12/11/2016 às 12:46
TALENTO DO BOLSA ATLETA - “Nescau” defenderá Curitiba na fase final do Campeonato Estadual da Federação Sub-19
Nescau com a amiga e atleta Manoela com o treinador que a descobriu, o professor Paulinho
Nescau com a amiga e atleta Manoela com o treinador que a descobriu, o professor Paulinho
Nescau no treinamento da NELP com Paulinho e demais atletas
slider in html


Atleta de destaque do voleibol paranaense, a parnanguara Geovana de Paula Oliveira (18), a “Nescau”, uma das beneficiadas do Bolsa Atleta do município, em 2012, programa este que não teve continuidade nesta gestão, por meio da Fundação Municipal de Esportes (Fundesportes). A atleta defenderá as cores de Curitiba na fase final do Campeonato Estadual de Voleibol Sub-19 na cidade de Marechal Candido Rondon.  

A jovem destaque, a qual faz parte da equipe do Novo Esporte do Litoral do Paraná (NELP) em Paranaguá, será a única parnanguara nesta competição da Federação Paranaense de Voleibol (FPV), que será realizada dia 19 e 20 deste mês na cidade de Marechal Candido Rondon e disputada pelas equipes de Curitiba, Maringá, Telêmaco Borba e Marechal Cândido Rondon.

“Nescau”, cujo apelido foi dado pelo Ex-presidente da Fundesportes, Valmir Roberto Martins, que inicialmente pensou em apelidá-la de “Brigadeiro”, tem 1,66 de altura e começou a treinar vôlei aos 13 anos, quando sua paixão no esporte era o futebol de salão. Única menina, de uma família de muitos meninos, ela gostava de jogar futebol com os irmãos até que seu professor de Educação Física do Colégio Estadual Regina de Melo observou que levava jeito para o vôlei e a orientou que fosse à Fundesportes se inscrever em uma escolinha.

Segundo Geovana, no mesmo dia, sua mãe a levou e a partir daí não parou mais.

“Na Fundesportes comecei a treinar vôlei por brincadeira no grupo de iniciação, até que o Professor Paulinho, me viu e disse para minha mãe que eu levava jeito e pediu que preparasse minha carteira de identidade, pois viajaria na próxima semana”, recorda “Nescau” que atribui ao professor Paulo Sérgio da Paz Santos, o Paulinho do Vôlei,  sua descoberta.
 

Em 2012 a atleta começou a se destacar e o Presidente Valmir Martins a chamou para categorias maiores e disse que ela merecia integrar o Programa do Bolsa Atleta Municipal.
 

“Na época ganhava R$ 250 por mês e este valor me ajudou em muita coisa, pois pude comprar materiais para o treinamento e também me ajudava no transporte para os treinamentos”, disse a atleta, que na época estava com 14 anos de idade e contava com o apoio do Poder Público, por meio da Fundesportes. Da mesma forma que a jovem e promissora atleta, Manoela do Nascimento Silva que, na época de beneficiária do Bolsa Atleta, tinha apenas 12 anos.
 

Defendendo as cores de sete diferentes cidades
 

O bom desempenho fez Paulinho convocá-la para a Seleção de Vôlei de Paranaguá na categoria de base e, a partir daí, surgiram convites de outras cidades para jogar, inclusive da Capital.

Com a nova gestão em 2013, onde a presidência ficou nas mãos de Darlan Jones Macedo Silva, “Nescau” continuou treinando, mesmo sem a continuidade do Bolsa Atleta. “Não recebia mais nada por causa de política depois que Valmir saiu da Fundesportes”, disse a atleta.

Sem apoio, em 2014, a atleta foi embora para Irati juntamente com Paulinho onde ficou por quase um ano jogando pela cidade devidamente remunerada, apesar de ter iniciado no município com seus próprios recursos.

Desde então, “Nescau” se tornou uma atleta da elite do voleibol, assim como outras que treinam no NELP e, como ela, se veem obrigadas a representar outras cidades para seguirem no sonho de, um dia, vestirem a camisa da Seleção Brasileira de Vôlei.

Nestes quatro anos de carreira esportiva, ela já defendeu na quadra, as cores das cidades de São José dos Pinhais, Irati Siqueira Campos, Ibaiti, Jacarezinho e Eldorado SP, além de Paranaguá e Curitiba. Convidada, a atleta já defendeu as cores azul, branca e vermelha do Paraná Clube.

Jogando atualmente pela capital, o sonho de “Nescau” é o mesmo de todas as jovens atletas do país, chegar a uma categoria de base profissional até ser convocada para a Seleção Brasileira ou, ainda, ganhar uma bolsa para entrar na faculdade, onde pretende se formar em Psicologia.

 

Leia também:
Últimas Notícias
PUBLICIDADE
Publicidade Jornal dos Bairros | Informação com Resultado
Cinema
A Múmia
Cinema
Meu Malvado Favorito 3
Cinema
A Bela e a Fera
COLUNISTAS
Notícias mais lidas
Publicidade Jornal dos Bairros | Informação com Resultado